Chips IA da Amazon baterão de frente com AMD e Nvidia

Os novos chips IA da Amazon revelados durante sua conferência “re:Invent” prometem trazer mais performance, eficiência e memória para aplicações em nuvem! Além de, obviamente, modelos de treinamento de Inteligência Artificial. Quer saber tudo sobre eles? Então, vamos lá!

Novos chips Trainium e Graviton

Um dos novos produtos anunciados foi o chip Trainium2, projetado especificamente para treinar modelos de IA. Segundo comunicado à imprensa da Amazon, este processador foi construído para treino de alta-performance de modelos fundacionais (FMs) e de linguagem ampla (LLMs).

O novo processador IA da Amazon supostamente entrega uma performance 4x melhor, 2x mais eficiência energética e 3x mais capacidade de memória do que seu antecessor. A companhia diz que tudo isso permite que programadores treinem modelos de IA numa fração de tempo.

Se comparado ao tempo de treinamento com os chips Trainium1. Além disso, permite que sejam utilizados até trilhões de parâmetros de treinamento. O Trainium2 entrega até 65 exaflops de poder computacional, ou 65 quintilhões de operações de ponto flutuante por segundo.

Oferecendo, segundo a Amazon, “desempenho de supercomputador”. Habilitando clientes a treinar um modelo LLM de 300 bilhões de parâmetros em semanas, em vez de meses. A firma de IA “Anthropic”, inclusive, já tem planos de usar os chips IA da Amazon T2 em seus modelos.

Graviton4 e aplicações em nuvem

Outro chip anunciado pela empresa é o Graviton4, baseado em tecnologia ARM. E referido pela própria Amazon como “o processador AWS mais potente e econômico até hoje”. O produto foi engenhado para uma vasta gama de aplicações rodando em servidores Amazon EC2.

Este chip supostamente oferece 30% melhor desempenho computacional, 50% mais núcleos e 75% mais memória de banda larga que o Graviton3. E ainda segundo a Amazon, ele pode garantir aos consumidores melhoria na execução de vários trabalhos.

Como em bases de dados de alto desempenho, caches “in-memory” e trabalho de análise de big data, por exemplo. O novo processador IA da Amazon pode ser utilizado para processar grandes quantidades de dados em menor tempo do que a 3ª geração, reduzindo custos operacionais.

Disponibilidade dos chips IA da Amazon no mercado

Os novos chips IA da Amazon devem chegar ao mercado em grande volume oficialmente em 2024
Os novos chips IA da Amazon devem chegar ao mercado em grande volume oficialmente em 2024 (Imagem: Amazon)

Os chips Trainium2 serão comercializados a partir de 2024, mas instâncias R8g equipadas com chip Graviton4 já estão disponíveis de forma limitada. Devendo ser disponibilizadas ao público empresarial mais amplo nos próximos meses.

E aí, curtiu nossa matéria sobre as novas CPUs AWS? Compartilhe-a, então! E o que você acha dos processadores? Comente! Fique ligado no site Max Dicas para mais notícias tecnológicas imperdíveis. E não esqueça de se inscrever em nosso canal do YouTube.

Siga-nos também no Telegram e no Facebook. Para ficar a par das melhores ofertas, promoções e lançamentos do mundo tech! E, também, para interagir conosco. Trocando ideias, experiências e conhecimento. Para mais conteúdo sobre tecnologia, confira nossos vídeos:

Leia também: Amazon Alexa: Qual comprar? Echo Dot, Echo Studio, Echo Show ou Echo Buds?

Amazon Eero Max 7: Roteador Mesh Wi-Fi 7 da Amazon passa até 20 Gbps!

Fire TV terá mais anúncios? Amazon adiciona mais publicidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais